Você sabe a diferença entre cosméticos orgânicos, naturais e veganos?

Embora as grandes perdas econômicas geradas pela pandemia, a indústria cosmética vegana vem se sobressaído. Mesmo com a quarentena muitas pessoas continuaram ou deram prioridades para o cuidado pessoal com produtos veganos visando sustentabilidade e mais saúde. Quanto mais os consumidores se tornam conscientes com relação ao meio ambiente, mais esses procuram opções sustentáveis, livre de compostos artificiais e que não são testados em animais.
Além disso, uma pesquisa feita pelo Grand View Research, até 2025 o mercado vegano de cosméticos deve atingir 20.8 bilhões de dólares e um segundo relatório feito pela consultoria Londrina, a pandemia aumentou a demanda por ingredientes naturais.
Outra curiosa pesquisa é que nos últimos 5 anos a palavra natural cresceu 70% nas pesquisas online, seguidas pela palavra “saudável” com 55% de acordo com a Google.
Mas você sabe a diferença entre cosméticos naturais, veganos e orgânicos?


Cosméticos naturais: De acordo com o Institudo Biodinâmico (IBD) e a Ecocert, esses devem ter no mínimo 95% de seu conteúdo composto por matérias primais naturais, primais naturais como lanolina, óleos vegetais, manteigas e pigmentos naturais, além de serem livres de outros componentes sintéticos, tal como, derivados de petróleo, além de não poderem ser testados em animais.


Cosméticos veganos: Os cosméticos veganos não podem conter ingredientes de origem animal, ou seja, alguns exemplos são mel, cera de abelha, derivados de leite e outros, ingredientes que são permitidos em cosméticos naturais. Ademais, é possível um cosmético vegano ser totalmente sintético, desde que este não contenha nenhum composto de origem animal.


Cosméticos orgânicos: Os cosméticos orgânicos são comumente confundidos com os naturais devido suas matérias primas permitidas, contudo os orgânicos devem ter no mínimo 20% de sua composição provindas de agricultura orgânica, ou seja, livres de agrotóxicos e pesticidas. Além disso, existe uma lista de ingredientes que são permitidos nesses tipos de cosméticos, ressaltando que a água não entra no cálculo. As embalagens dos cosméticos orgânicos devem ter escrito os ingredientes de origem natural e da agricultura orgânica junto à um selo que pode ser cedido pelas instituições responsáveis por auditar os cosméticos como IBD, Ecocert, Natrue e USDA.

Gostou? Entre em contato conosco!
bioproxjr@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.